Pular para o conteúdo

Century Data

Início » Ataques cibernéticos: conheça os 6 principais e saiba como preveni-los

Ataques cibernéticos: conheça os 6 principais e saiba como preveni-los

As empresas estão cada vez mais digitais. Com isso, a implementação de ferramentas que tornem os negócios mais inteligentes, orientados a dados, torna-se mais do que uma tendência, mas uma estratégia de sobrevivência para o futuro.

Foto do site pixabay.com

Ao mesmo tempo, as empresas nunca estiveram tão suscetíveis a ação de cibercriminosos. Afinal, temos mais pontos de vulnerabilidade presentes os quis os hackers podem utilizar.

Por isso, é fundamental conhecer quais são os principais ataques cibernéticos e, principalmente, como preveni-los. Para ajudar nesse processo, vamos listar os 6 principais ataques e lhe auxiliar com as principais dicas sobre o assunto. Boa leitura.

1. Ransomware

O ransomware é o ataque cibernético que mais tem causado dores de cabeça em ambientes corporativos, com alto potencial lesivo para as organizações e governos. Não é à toa, por exemplo, que o atual presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, convocou lideranças de 30 países para pensarem soluções conjuntas para combater essa ameaça.

O ransomware é complexo porque, ao infectar o dispositivo, começa a criptografar de forma silenciosa as informações. Como em um sequestro, ele inutiliza as possibilidades de acessos e, em seguida, notifica a vítima e solicita um valor para liberar os dados.

Para preveni-lo, algumas medidas importantes são:

  • adoção de ferramentas modernas de monitoramento de rede, que evitem invasão e sequestro de dados;
  • adoção de plataformas que realizem criptografia dos dados e controlem acessos indesejados no sistema;
  • cuidado ao clicar em links inseguros;
  • cuidado ao abrir e-mails suspeitos;
  • cuidado ao utilizar dispositivos de armazenamento externo desconhecidos;
  • cuidado para fazer downloads sempre de fontes conhecidas.

    Para a sua segurança, mantenha-se informado!

    Inscreva-se em nossa página e fique por dentro dos principais assuntos que envolvem a cibersegurança.

    2. Web Skimmers

    Ataques do tipo Web Skimmers visam obter benefícios financeiros por meio de ações fraudulentas. A forma mais comum é, justamente, inserir códigos maliciosos com o objetivo de ter acesso a dados de cartões de crédito das vítimas.

    A principal forma de se proteger é com conhecimento sobre esse tipo de ataque, principalmente porque diversas lojas online estão sendo vítimas desse tipo de golpe.

    Exemplo disso foi o que ocorreu com a British Airways em 2018. Naquele ano, um malware de clonagem de cartão de crédito foi instalado no site da companhia aérea, o que proporcionou violação de dados de mais de 380 mil cartões de créditos.

    Para o usuário, algumas dicas importantes de proteção são:

    • optar pela autenticação de dois fatores (o que pode auxiliar para que criminosos não tenham acesso a dados vinculados a determinada conta);
    • tomar cuidado com o clique em links que podem ser maliciosos;
    • evitar salvar senhas no navegador.

    3. Infostealer

    O infostealer é um malware (software malicioso) que pretende roubar informações dos dispositivos em que estão presentes. É muito comum, por exemplo, que eles sejam aplicados para obter dados bancários, que podem ser utilizados para fraudes.

    Foto do site securitynews.sonicwall.com

    Há também, dentro dos infostealers, a modalidade de stalkerware. Nessa modalidade, os criminosos rastreiam os comportamentos dos usuários para obter informações de login e senhas ou, ainda, utilizar informações pessoais para chantagem, com mensagens e fotos.

    Para se proteger desse tipo de ataque, algumas dicas são:

    • contar com ferramentas antimalware, que identificam tentativas infostealer de infectar os sistemas da empresa;
    • ter cuidado com e-mails de spam;
    • não clicar em links desconhecidos ou suspeitos;
    • ter um antivírus eficiente e sempre atualizado;
    • ter outros protocolos de segurança importantes (criptografia, firewall, entre outros).

    4. Ataques man-in-the-middle

    Ataques man-in-the-middle (homem no meio) são aqueles em que o hacker fica no meio das comunicações entre você e outro serviço. Dessa forma, o criminoso pode acompanhar as trocas de informações durante os processos. Por exemplo, um hacker pode acompanhar as trocas de dados entre você e a instituição bancária e verificar suas credenciais de acesso. 

    Se as conexões não estiverem criptografadas, esse tipo de ataque tende a ser muito eficiente. Isso porque é muito difícil de ser identificado. É como se tivesse um espião que conseguisse pegar o acesso à sua linha telefônica e ouvisse todas as conversas. Como essa pessoa está escondida, é muito difícil que você saiba que está sendo escutado.

    Mas como ataques man-in-the-middle? A principal dica é manter a criptografia nas comunicações. Isso pode ser feito, por exemplo, por meio de um certificado digital ou por meio de ferramentas especializadas, de forma que o cliente estabeleça uma conexão criptografada e evite exposição de informações delicadas e sigilosas. Além disso, é sempre bom contar com profissionais de segurança da informação que vão adotar técnicas de minimização de riscos.

    5. Engenharia Social

    A técnica de cibercrime de Engenharia Social é utilizada para tentar afetar o usuário que não tem tanta informação sobre como se proteger e, assim, infectar máquinas com malwares e fazer chantagens com o próprio usuário desprevenido.

    Foto do site itforum.com.br

    Na verdade, o termo é um “guarda-chuva”, porque todos os ataques utilizam, em alguma medida, a engenharia social. Por exemplo, as tentativas de phishing (tópico a seguir) buscam justamente promover a confiança do usuário para obter melhores resultados. 

    Mas, ainda, temos outro tipo de ataque de Engenharia Social que, muitas vezes, pode ser simples, mas tende a ser bastante eficiente. Por exemplo, com acesso a uma rede pública, um hacker pode ter acesso a todos os dados que ali circulam, isso sem precisar de qualquer atividade intrusiva.


    Então, algumas formas de garantir mais proteção para este tipo de ataque são:

    • treinar os colaboradores para minimizar as chances de falhas gerarem maiores vulnerabilidades;
    • não clicar em links suspeitos;
    • não utilizar credenciais corporativas em redes públicas;
    • caso seja necessário, utilizar protocolos de proteção para acessar dados importantes em redes públicas.

    6. Phishing

    Por último, não poderíamos deixar de falar do ataque mais comum não só no Brasil, mas em todo o mundo: o phishing. Este tipo de cibercrime visa enganar o usuário com uma informação que pareça confiável, tudo para que sejam obtidas vantagens indevidas.

    Por exemplo, um cibercriminoso pode enviar um e-mail fraudulento, fingindo ser uma pessoa da empresa e linkando para um site que tenha um nome semelhante ao utilizado no dia a dia do negócio. A pessoa entrará com as credenciais de acesso e, assim, fornecerá informações facilmente para os hackers, sem saber da fraude.

    O nome se refere à ideia de “pesca”, uma referência ao termo “fishing”. O cibercriminoso lança uma isca que chama a atenção dos usuários para que eles ofereçam informações. Por muitas vezes as ações passam despercebidas e costumam ser bastante efetivas.

    Conclusão

    Os principais ataques cibernéticos merecem atenção dos gestores de tecnologia. Esses profissionais precisam tomar medidas necessárias para proteger as empresas de eventuais problemas. Isso é fundamental, principalmente, para minimizar as chances de prejuízos.

    Para isso, é fundamental ter bons parceiros ao seu lado. O sucesso da cibersegurança do seu negócio depende, também, da qualidade dos serviços de proteção implementados.

    Nesse sentido, conte com a Century Data, empresa referência em consultoria para proteção de dados. A Century Data trabalha com plataformas modernas de proteção contra invasões e ataques ransomware, bem como auxilia na adoção de tokens de dados e controles de API.

    Com os serviços da Century Data sua empresa estará mais protegida dos ciberataques. Por isso, entre em contato e conheça nossos produtos e serviços.

    Baixe Gratuitamente

    Novidade! Temos dois e-books incríveis e gratuitos, para você baixar, se informar e ficar livre de uma ameaça cibernética:

    Ransomware: o guia completo
    7 situações que permitem a invasão da sua empresa por ransomwares

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.